HOSPITAL LANÇA CAMPANHA OLHO DIABÉTICO

16/03/2017


Hospital lança campanha Olho Diabético

Em maio de 2017 o Hospital 'Carlos Fernando Malzoni' estará de olho no diabetes. Com o lançamento da campanha “Olho Diabético” a instituição, por meio da gestão do programa Estratégia de Saúde da Família, pretende movimentar a cidade, realizando exames de avaliação do fundo de olho gratuitos. A ação, em parceria com o CRESEP Hospital dos Olhos e Prefeitura Municipal de Matão, será comandada pelo oftalmologista, Dr. José Augusto Cardillo. “Após finalizar a minha especialização em retinopatia diabética, percebi a possibilidade de ajudar na prevenção da cegueira pelo diabetes das pessoas menos favorecidas. Por isso foi criado em 1996 o projeto 'De Olho no Diabetes'”, explica o especialista.

A campanha será lançada no dia 22 deste mês e pretende realizar, em maio, gratuitamente exames de prevenção a cegueira pelo diabetes e tratamento posterior de problemas oftalmológicos detectados por equipe qualificada e estrutura adequada. De acordo com a administradora hospitalar, Denise Minelli, é preciso intensificar as detecções de diabetes na cidade. “Com essas descoberta precoce, porque muitas pessoas não sabem que são pré-diabéticas ou diabéticas, conseguimos evitar complicações da doença”, explica a Denise, que ainda completa, “essa ação busca voltar os olhos para a atenção básica, uma das nossas metas com a gestão do programa Estratégia de Saúde da Família. Pretendemos ajudar muitas pessoas com esse mutirão”, afirma.

O ambulatório do Hospital é o local que receberá as equipes responsáveis pelos exames, a estimativa é que a ação consiga atender 600 pessoas.

Sobre a doença:
A retinopatia diabética, doença que afeta jovens e adultos diabéticos, é responsável por lesões nos vasos sanguíneos localizados no fundo dos olhos, uma espécie de pequenos derrames. Se não for devidamente tratada, pode evoluir para diversas complicações, como o EMD (edema macular diabético), principal causa de diminuição visual na população em idade produtiva, além da evolução para a cegueira se não tratado adequadamente e em tempo.

Fonte: Hospital de Matão


Ajude Mais

OUVIDORIA

Colabore conosco e registre aqui sua avaliação sobre estes quesistos.

ACESSE NOSSO CANAL