HOSPITAL PARTICIPARÁ DE PESQUISA DA USP RIBEIRÃO PRETO

29/05/2017


Professores da Faculdade de Medicina estiveram na instituição

Na última terça-feira, 23, professores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, campus Ribeirão Preto, visitaram as instalações do Hospital 'Carlos Fernando Malzoni'. Na ocasião eles puderam entrar em contato com Maternidade Alto Risco da instituição, que recebe gestantes de Matão e região em busca de acompanhamento médico. Há 15 anos coletando dados e desenvolvendo pesquisas sobre gestantes portadoras do vírus HIV, os especialistas passarão a coletar dados na cidade. “Nós fazemos parte de um núcleo de pesquisas que, composto por profissionais de áreas diversas, há 15 anos desenvolve pesquisas sobre abordagens e condutas tomadas com gestantes portadoras do vírus HIV”, explica o ginecologista e obstetra, professor da FMHC (USP), Dr. Geraldo Duarte.

Tal núcleo é vinculado a rede IMPAACT, um grupo cooperativo de instituições, pesquisadores e outros colaboradores focados nas avaliações de terapias potenciais para a infecção pelo HIV e seus sintomas relacionados em lactantes, crianças, adolescentes e mulheres grávidas. Para a pediatra e também professora da USP-Ribeirão Preto, Dra. Marisa Mussi, a coleta de dados feita em diversos países ao redor do mundo, auxilia na busca de resultados e novas descobertas. “Dessa forma podemos desenvolver conhecimento, comparar resultados e observar no que implicam as abordagens já tomadas ou não pelos profissionais de saúde”, ressalta a médica.

Os professores foram acompanhados pela administradora hospitalar, Denise Minelli, pelo Diretor Técnico, Dr. César Minelli e pela gerente de enfermagem, Esther Langhi e elogiaram a estrutura destinada às gestantes na instituição. Para a administradora, a visita de profissionais de um centro de referência como o Hospital das Clínicas de Ribeirão Preto, confirma o trabalho sério que é executado em Matão. “A coleta de dados será realizada por uma enfermeira obstetra, a profissional foi treinada pela equipe de pesquisa que acompanhou os médicos e está apta a realizar o contato com as gestantes que passarem pela maternidade. Atendemos municípios da região, além da cidade de Matão, e com certeza podemos auxiliar os pesquisadores”, afirma Denise que ainda completa, “é importante reforçar que a coleta de dados de pesquisa é feita de forma consensual, ou seja, a potencial gestante será informada e poderá optar ou não por participar da coleta de dados. O Hospital 'Carlos Fernando Malzoni' possui um centro de pesquisa e valoriza ações como essa”, encerra.

Fonte: Hospital de Matão


Ajude Mais

OUVIDORIA

Colabore conosco e registre aqui sua avaliação sobre estes quesistos.

ACESSE NOSSO CANAL